História dos noivos

Recordar é viver

Eu conheci o Eduardo no colégio CSFX e sempre achei ele um gato. 
Em 2005, o encontrei em uma festa de sua turma e com um empurrão de um amigo em comum, Fernandão, nosso primeiro beijo aconteceu.
Sete anos se passaram, e Deus enviou Eduardo novamente na minha vida.
Em 2013, assim que fiquei solteira, minha irmã Isabella falou "Dudão está solteiro, ele é pra casar". E não tirei isso da minha cabeça, só pensava no que poderia fazer para conversar com ele. Resolvi então curtir umas fotos antigas da rede social dele e do seu melhor amigo Japa, que tinha fotos junto com o Eduardo. E realmente deu certo, em pouco tempo já recebi uma mensagem dele perguntando sobre a vida. A partir daí conversávamos o dia todo, mas nada de nos encontrarmos.
Em 2014, pensei que ainda poderia ter algo com Eduardo, procurei ele mas ele não me deu muita confiança. 
Meses se passaram e em outubro de 2014 o encontrei em uma Casa noturna (Scenarium Of Sound) e aí ficamos e não desgrudamos mais, eu morando em Ipatinga e Eduardo em BH .
Passado um ano de namoro, percebemos que precisaríamos preocupar mais com futuro e com essa distância, então Eduardo tomou a decisão de mudar para Ipatinga para sermos sócios e planejarmos nossa vida futura. 
No dia dos namorados de 2016, fui surpreendida com um solitário e o pedido de casamento. E foi aí que nossos sonhos começaram a realizar.
Dia 8 de outubro, decidimos formalizar essa decisão de casar junto a família e poucos amigos.